domingo, 24 de abril de 2016

A TRIHA



Você não entende e não vê
Que como você eu estou perdido

O caminho se abre
A cada passo dado
Não sigo a esmo
Vou guiado pela sequência natural das coisas

Quando olho para trás
Vejo que tudo sempre esteve lá
Pedra por pedra
Encaixadas plenamente

Sempre esteve lá
O belo caminho simples

BC

Nenhum comentário:

Postar um comentário